RSS

sábado, 11 de agosto de 2012

A Luta pela Vida

Demorou,mas enfim mamãe conseguiu um tempinho para vir postar novamente mais um pedacinho de minha vida.
Esse mês de julho foi meio corrido,exames,revisões,fora os procedimentos diários.
No outro post mamãe resumiu um pouco do probleminha a qual nasci...Hoje ela resolveu contar um pouco a experiência de saber ainda grávida que carregava uma criança especial como eu.
Bem,aos cinco meses de gestação ela fez uma ultrassom morfológica,para ver com mais cautela os órgãos e estrutura de meu irmão e eu.Pois bem,nessa ultrassom que o doutor viu pela primeira vez que eu tinha mielomeningocele.Engraçado que ele já tinha olhado o irmaozinho,disse que tudo estava bem,mas quando chegou na minha coluna,disse ter um probleminha.Mamãe nesse momento,chorou muito,ela nunca havia nem ouvido falar nisso,e o o doutor foi muito cauteloso não quis entrar em muitos detalhes,apenas sugeriu que ela viesse para a capital e procurasse um neurocirurgião que faria a cirurgia que fecharia a coluna.Ao sair de lá minha mãe perdeu toda é qualquer graça,um monte de duvidas rondava sua cabeça e em busca de respostas procurou na internet.Gente,a net pode ser muito interessante,útil,mas também pode piorar a situação.Mamãe viu imagens de crianças que tinham acabado de nascer e que tinham mielomeningocele e fora o que lia,tudo formou um nó ainda maior,pois cada vez mais ela não sabia como eu iria nascer e que sequelas eu teria.
Imediatamente ela veio para a capital e foi em busca de um neuro.O primeiro que ela foi ,apavorou pois disse que ela teria que operar bem antes do tempo,pois meu irmãozinho poderia me chutar e aumentar a lesão.Minha mãe não se conformou e procurou por outro,que conseguiu tranquiliza-la,inclusive que meu irmãozinho de nada atrapalharia.Mas disse que eu não poderia desenvolver hidrocefalia na barriga,pois sendo assim eu teria que nascer antes do tempo,e consequentemente meu irmãozinho também...Ja imaginaram a cabeça da mamãe¿um caso raro na medicina,pois o doutor ate disse que geralmente ocorrem casos de gêmeos que ambos tenham o problema,e o caso da mamãe era raríssimo,pois eu tinha e ele não,então a mamãe tinha que tentar um meio termo,salvar minha vida,sem prejudicar a dele,e vice e versa.
Gracas a Deus,não desenvolvi a hidrocefalia ainda no útero e a gestação pode ser levada ae as 36 semanas.Mesmo assim,eu estava doida para ver o mundo e minha água praticamente secou,e o parto que seria co 37 semanas foi adiantado.
Foi uma gravidez difícil,tensa,mas que teve um desfecho feliz....Eu nasci super bem,tanto que com duas horas de nascida pude ser operada...pena que meu maninho queria ficar ainda na barriga e por isso ele teve dificuldade para respirar e foi para a UTI...
Proximo post....continua....primeiras semanas....a luta continua...


10 comentários:

  1. Ambas são lutadoras e vitoriosas, você Laura que até já tem a vitória no próprio nome, e a sua mamãe, que lutou por vc desde o primeiro momento, assim como luta por toda a família pra que todos tenham a melhor qualidade de vida, e que fiquem juntinhos!
    Deus colocou você no melhor lugar que Ele tinha. Um lugar onde Ele sabia que você seria muito amada, bem cuidada e muito protegida de tudo e de todos. Todos nós passamos por batalhas ao longo da vida, e você iniciou a sua até antes de nascer. Portanto a sua vitória será também maior e mais rápida
    Um beijo enorme pra você(espero que nesse dia especial você esteja usando um batom super fashion) e pra toda a sua família, e um abraço especial pro seu papai que hoje comemora na companhia dos dois presentinhos dele! Que o Senhor esteja sempre presente!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Núbia,você é uma pessoa especial que merece ser muito feliz!!!bjoss

      Excluir
  2. A cada texto vou me emocionando mais. Laurinha vc é uma fofa e Paulinho um principe, tia Paula ama vcs... Sua mamãe é uma guerreira, sempre lutou na vida, sempre procurou ser feliz. Admiro muito a mãe de vcs, saibam que ela é a minha melhor amiga.
    Amo vcs
    Tô com saudades !!!
    bjoa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voce foi importante no processo da gravidez,uma vez que era das poucas pessoas que compartilhei o problema!!obrigada sempre por ser minha amiga!!!bjooos

      Excluir
  3. Michellane Carvalho13 de agosto de 2012 09:52

    Heloísa lembro com muita clareza da forma que o meu irmão Michell(papai de Laura Vitória e Paulo Felipe), ficou ao saber que a Laura teria esse problema... Afinal de contas ele sofria pelos filhos e por você, mulher que ele tanto ama... Lembro-me das várias conversas que nossa mãe Ana Lúcia teve com ele na tentaiva de acalmá-lo e mostrar que quando se tem Deus e Fé tudo se torna mais ameno...Esse começo não era nada fácil, sua mudança para Teresina, para Michell ficar longe da esposa e dos filhos... tendo que ficar em Picos para trabalhar, tudo muito difícil... Mas Deus sempre providenciou em suas vidas!!! Parabéns sempre belo o texto!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Papai teve mega importancia nesse momento da gravidez,ja que realmente nao foi nada facil,e sem esse apoio seria tudo bem mais dificil.O resultado é que Laura, é juntamente com Paulo Felipe, super amada e feliz!!bjos

      Excluir
  4. Lembro me perfeitamente aquele 13 de Julho quando descobrimos que Laurinha seria mais especial ainda. Lmebro me dos medos, da aflição, das duvidas, de tudo, lembro querendo e tentando ser forte na frente da mamae (Heloisa)pra que pode sse como num passe de magica apagar tudo e... Enfim, quantas noites mal dormidas ou ate mesmo sem dormir, tanto eu (papai Michell) quanto a mamae (Heloisa) nao conheciamos e nao sabiamos do que se tratava, o que era e com foi citado no post da questao da internet, era tanta coisa que so fiquei mais confuso ainda. Tantos medos, tantas duvidas, como seria Laura, com nasceria Laura? Demorei pra conhecer mais afundo o que era mielomeningocele, algo tao complicado quanto o nome, mas minha mulher Heloisa, que tbm é uma benção na minha vida, com sua força, aos poucos me fez ver e enteder com seria vc minha filha linda, como seria vc Larura Vitoria. Minha vitoria, a vitoria da sua familia, de seus pais, de seu irmao e suas irmas. Dia 09 de setembro as 10:20 recebi a ligação que vcs ja estavam do lado de fora da barriguinha da mamae, la pras 16 da tarde eu fui o primeiro, depois de medicos, enfermeiros e etc, que pude visita los, tirei todas essas fotos que esta nos post e nao consegui resistir e veio as lagrimas, vcs dois Laura Vitoria e Paulo Felipe, dois pinguinhos de gente tao puros e ja amado por todos, vc Laura sempre esperta, acordada, de olhos arregalados, ja Paulo Felipe veio mais cansadinho, dormia, respirava com dificuldades e com tantos aparelhos. Graças a Deus depois de 7 ou 8 dias ja puderam ir pra casa, infelizmente papai estava em Picos e so pude ver vcs depois de quase 1 mes, mas sempre feliz e tranquilo pois sabia q vcs estariam bem cuidados e bem tratados com a vovo Elisa e a mamae Heloisa. Vcs sao minhas vitorias, minha vida, meu tudo, lembre do trecho de uma musica que antes de vcs nascerem o papai ouvia muito que diz assim, "Se meu filho nem nasceu, eu ainda sou um filho". Hj, mais do que antes, sou feliz de Deus ter feito vc ser fruto do meu amor com o da sua mae, Laura Vitoria, a Vitoria da vida, a vitoria da minha vida.

    ResponderExcluir
  5. Tudo muito dificil para todos nós, a Vitória de Laura é uma junçao de tudo,e é claro do apoio do papai que é imprescendivel mesmo que temporariamente distante fisicamente,mas presente de outras maneiras.Os momentos dificeis nao sao para sempre!!!e os resultados positivos ja estao aparecendo!!bjos e amamos voce!!

    ResponderExcluir
  6. Laura é uma pequena grande guerreira! Não existe fofura maior :) Parabéns mãe e filha por tantas conquistas! ;***

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Livia!!!fico feliz com suas palavras!!!venha nos visitar mais vezes!!!bjoss

    ResponderExcluir